Blog Mulher & Negócio liviacroce

Como evitar más lembranças?

Como evitar más lembranças?

Saiba como deixar certas lembranças pra traz que só te fazem mal e não deixa você ir adiante.

Nada melhor e mais emocionante do que o súbito clarão de uma intuição que nos transforma para melhor. Esses momentos são raros, mas chegam a todos nós, por isso, sempre venho aqui pra deixar boas palavras que muitas vezes encontro em livros, palestras, e com a vida.
Às vezes vejo pessoas que reclamam sobre a crise e se deixam desmoronar por ela, acham que não vão conseguir vender mais, acabam deixando seu cérebro e seus sentimentos serem dominados por esse turbilhão de noticias que vem como uma avalanche através da televisão, rádio e internet. Você muitas vezes se vê assim, e para pra pensar em como você já está contaminada com tantas noticias ruins? De como as lembranças ruins vem em sua mente sem você querer?
Vou contar pra vocês uma historia do livro que estou lendo agora de Stephen R Covey: “A grandeza de cada dia”
É a história de um jovem que se encontrava decepcionado por vários erros e de um velho médico de 80 anos.
Ele contou toda a sua história ao velho e o mesmo o pediu para que ouvisse três fitas de três pacientes dele. Perguntou se ele tinha observado as expressões que foram usadas em todas, mas infelizmente o jovem não percebeu. O que parecia em comum entre os donos das vozes parecia ser infelicidade, o primeiro sofreu algum tipo de perda ou fracasso comercial e censurava-se por não ter trabalhado mais, por não haver previsto. A segunda gravação era de uma mulher que que não tinha se casado devido ao senso de obrigação com a mãe que tinha ficado viúva e ressentia-se todas as chances de casamento que tinha deixado passar. Já a 3ª voz era de uma mãe cujo filho adolescente se encrencou com a polícia, ela não parava de culpar-se.
E o velho disse que por 6 vezes nessa gravação usou essa expressão cheia de veneno sutil, a expressão era: “se ao menos.”
Essa expressão é muito usada por você?

Como você faz pra se livrar das coisas ruins do passado?

Essa expressão ao menos é bastante usada por nós e muitas vezes nem damos conta disso. Se eu tivesse feito de forma diferente, ou se não tivesse feito de forma alguma. Se ao menos eu não tivesse perdido a calma, dito aquela coisa cruel, dado aquele passo desonesto, contado aquela mentira estúpida. Se ao menos tivesse sido mais sensata, ou menos egoísta, ou mais auto controlada. Se você parasse de dizer se ao menos, poderíamos começar a ir a alguma parte! “Porque não”, “Porque é que eu não”, também são outras expressões que usamos muito.
O profundo sentimento de perda e desilusões, promovem a dúvida acerca de se conseguimos realmente superar isso. Eu acredito que sim. Muitas pessoas têm conseguido ultrapassar as angústias do passado.
No entanto, apesar de não ser possível mudar e/ou apagar os acontecimentos dolorosos vividos no passado, é possível reinterpretar a dor e a perda de forma a libertarmo-nos da mágoa paralisante. Apesar de não podermos alterar o que aconteceu, é possível reinterpretar esses acontecimentos de forma a que possamos aceitá-los, percebê-los e superá-los. Ao entrar neste processo de superação de situações consideradas traumáticas ou angustiantes, deixa de ser refém do seu passado menos bem conseguido.

E o pior, essa expressão não faz mudar nada. Só mantem a pessoa no passado. E a pessoa continua do lado errado, como se tivesse remando contra a maré. Se você deixar que esse tipo de expressão se torne um hábito, pode transformar-se em uma verdadeira barreira na estrada, uma desculpa para não tentar mais. Por que seus planos não deram certo? Por que você cometeu certos erros? Você já deve ter parado pra pensar sobre isso, mas já parou pra pensar que todos nós cometemos erros. E acaba que é com eles que aprendemos a viver de uma forma diferente, não viemos pro mundo com um manual de instrução de como devemos agir perante as pessoas e como lidar com as emoções, fracassos e até mesmo vitórias. O mais importante não é lamentar seus erros e fracassos, mas sim aprender com eles.
Mas voltando a expressão: se ao menos, você acaba se voltando ao passado e perde o foco para ter estimulo para viver o presente e o futuro. Aí a expressão que você pode usar para substituir é: da próxima vez.
Se da próxima vez você conseguir se controlar mais, se da próxima vez você aceitar uma proposta de casamento, se você se culpar menos, afastará as barreiras do arrependimento, conseguirá seguir em frente, agir, retomar sua vida. Se você não tentar, como saberá se irá conseguir?
Muitas vezes culpamos os outros por nossas atitudes, será que poderemos exercitar a aceitação? É um exercício árduo. Vamos aproveitar a vida enquanto podemos com as companhias que temos e do jeito que somos.


A seguir apresento oito passos que podem promover a superação dos acontecimentos passados do psicólogo Miguel Lucas:
1. PERCEBA QUE EXISTEM ALGUMAS COISAS QUE VOCÊ REALMENTE NUNCA CONSEGUIRÁ “PASSAR POR CIMA”, MAS CERTAMENTE PODE CONSEGUIR SUPERAR.
2. AS COISAS QUE VOCÊ NÃO TEM CONSEGUIDO “SUPERAR” SÃO AVISOS, PRECISAM DA SUA ATENÇÃO REDOBRADA.
3. MAIS DE OITENTA POR CENTO DA NOSSA VIDA NÃO É DETERMINADA POR EVENTOS, MAS PELA NOSSA REAÇÃO A ELES.
4. DEDIQUE-SE MAIS AOS FATOS, DO QUE ÀS INTERPRETAÇÕES
5. DÊ A SI MESMO PERMISSÃO PARA SOFRER O QUE “PODERIA TER SIDO” OU “O QUE PODERIA TER OBTIDO”
6. PROCURE APOIO
7. SAIBA QUE NÃO EXISTE “VOLTAR AO PASSADO”, MAS HÁ “SEGUNDAS CHANCES”
8. ACEITE OS ACONTECIMENTOS E TENHA COMPAIXÃO POR SI MESMO
Quando estiver passando por problemas, pense que isso vai passar quando você menos esperar. Outro dia mesmo eu estava preocupada com os estudos para o vestibular e pra qual faculdade iria entrar. Já nem me lembro dos sentimentos ansiosos que permeavam minha mente e meu coração.
Hoje já formada, pós graduada, as aspirações são outras, mas sempre temos ansiedades para viver, problemas para solucionarmos e alegrias para viver.


E pra reforçar que se um grande homem da história tivesse ficado preso ao passado por ter parado de ouvir, não teríamos célebres músicas compostas por Beethoven.
Sim, ele passou por uma profunda crise psíquica quando soube que não podia mais ouvir, perdeu o encanto pela existência, pois deixar de ouvir e compor músicas era tirar o chão de Beethoven. Cogitou, assim, no suicídio.
Só que algo aconteceu, mesmo que todos pensassem que seus sonhos tinham sido sepultados, ele conseguiu compor belíssimas musicas após a surdez, com incrível sensibilidade, pois ouvia as vibrações das notas no solo. A superação e seu sonho nos servem de inspiração.
Por isso, aprecie o hoje e agora! Haverá somente um dia como esse que você está vivendo hoje. Cada dia é muito precioso, e ao passo que você vai envelhecendo, o tempo passa em alta velocidade. Você nunca sabe quanto tempo irá viver, por isso, viva cada dia ao máximo.
Na semana que vem teremos uma palestra na prefeitura! Fiquem ligados aos seus agentes de saúde. É uma palestra para mulheres e precisamos nos unir meninas!
Inscrevam-se no programa Coaching Social para mulheres através do posto de saúde de sua localidade.
Você quer aliviar o estresse, imunidade, memória, energia e também com ação antioxidante, na NEOFARMA tem: suplemento vitamínico e mineral MAXX SAÚDE A-Z com 60 comprimidos! Ligue 3271-2349


Até a próxima terça, à partir de 9 horas, acesse esse conteúdo pelo site: www.liviacroce.com.br ou pelo face liviacrocecoach. Dúvidas, sugestões entre em contato pelo watsapp 32 98838-5355.

Sobre o autor | Website

Lívia Croce é Coach de Líderes e Empreendedores

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!