Blog Momento Zen liviacroce

Como sei que estou com esgotamento mental e emocional?

O esgotamento emocional é um grande vilão que se não for tratado com seriedade pode se transformar em depressão.
Tudo começa de forma discreta e você não dá importância, acha que é apenas cansaço e assim que tiver um tempo tira uma folga para relaxar e tudo ficará bem.O problema é que essa folga vai sendo adiada constantemente por problemas cotidianos e alguns sintomas começam a aparecer. Quando são sintomas físicos você procura um médico.

O médico por sua vez diz que não é nada grave e prescreve um calmante natural junto com o remédio para tratar o problema físico.

Você segue o tratamento, os sintomas físicos (geralmente ligados ao aparelho digestivo) melhoram e você segue bem por um curto período, até aparecer outro problema.

O esgotamento emocional aparece geralmente após um período conturbado que ficou para trás, ou junto com um problema que você está lutando para resolver mas não consegue.Aqui seguem alguns sintomas típicos que você deve ficar atento para não deixá-los sem a devida atenção.

1 – O sono não é reparador

Cada vez mais pessoas tem dificuldade em dormir. O sono não é mais como era antes e nem é mais reparador. Acordam mais cansadas do que quando foram dormir, tendo uma sensação de que um trator tivesse passado por cima.
Nisso, o dia já começa mal, pelo cansaço que acorda, elas não tem disposição para nada e o pior que isso vai se acumulando e piorando a cada dia.
Causando baixos rendimentos durante o dia, altos níveis de irritabilidade, variações de humor, deficiência de memória e de atenção, estresse e sonolência.

 

2 – Queda de rendimento no trabalho.

Você não é mais tão rápido para fazer tudo o que sempre fez com disposição. Tem dias que parece que está ligado no modo automático no trabalho e em reuniões para organização de novos projetos você não tem ideias e acaba seguindo e apoiando as ideias dos outros pois está cansado demais para se empenhar em algo novo e ser criativo.

3 – Memória fraca

A agenda agora é sua amiga, pois sem o aviso no celular você esquece mesmo e nem se dá conta, por isso até coisas que você costumava nunca esquecer estão sendo colocadas para apitar no telefone.

4 – Sem entusiasmo

Há algum tempo sair de casa para festas e ficar com os amigos já não te dão entusiasmo.

Antes era bom sair, conversar com amigos, mas agora existe sempre uma boa desculpa para ficar de pijama em casa. Assistir um filme debaixo das cobertas é muito mais satisfatório do que ir ao cinema. Ás vezes você até sai, conversa, mas tem sempre uma preocupação te impedindo de curtir inteiramente um momento de descontração. Você prefere não ficar muito tempo fora de casa, precisa de mais tempo de descanso.

5-Suas emoções se manifestam fisicamente?

 

Você costuma ter azia, dores de estômago e intestino não funciona como deveria. Nosso aparelho digestivo é sempre o primeiro a dar sinais de que suas emoções não estão bem. Pessoas esgotadas emocionalmente sempre sofrem com algum tipo de problema no aparelho digestivo. Você marca consulta com o gastro, toma os remédios e muda a dieta, como o médico sugere. Mas o problema insiste em voltar e você não entende o porquê.

6- Dores de cabeça

Por não ser insuportável, basta tomar um analgésico e tudo fica bem, mas ela marca presença pelo menos três vezes ao mês, ou até mais. É claro que você deve ir ao médico investigar sintomas físicos, seguir recomendações médicas é fundamental, mas nesse caso, os exames não identificam nada e você acaba com uma frustração e uma receita de calmante leve e natural para melhorar.

7- Vontade de chorar sem explicação aparente

Sua sensibilidade está muito maior e coisas pequenas como perder o ônibus e chegar atrasado a um compromisso ou uma despesa inesperada que irá te deixar mais apertado financeiramente durante o mês já são suficientes para um choro compulsivo e reclamações exageradas. Depois do desabafo você melhora e segue o resto do dia quieto até a hora de dormir. No outro dia você sente vergonha por ter sido tão sensível e procura seguir como se nada tivesse acontecido.

8- Dificuldades para ler e assimilar novos conteúdos

Ler um livro e conseguir prestar atenção ficou mais difícil. No meio da página você começa a pensar em outras coisas e quando volta para a realidade se dá conta que esqueceu o que acabou de ler e volta para a página anterior. Aprender algo novo está mais complicado, sua paciência em aulas e palestras já não é a mesma de antes. Não vê a hora de ir embora fazer outras coisas, pois prestar atenção está difícil.

9 – Pensamentos negativos mais frequentes

No geral você é uma pessoa otimista, compartilha mensagens bonitas de motivação em redes sociais, mas ás vezes lá no fundo você sente vontade de explodir, não faz orações ou frequenta sua religião com o mesmo entusiasmo e para de buscar novas soluções para os problemas, pois acredita que as coisas podem piorar se você tentar algo novo. Sente mais o lado negativo, e se existe uma chance das coisas darem errado elas agora recebem mais atenção da sua parte, pois você está cansado de se machucar e esperar demais de tudo e de todos.

10 – Engolir sapos para evitar discussões

Pra você certas pessoas são do jeito que são e não vão mudar. Elas te irritam, tratam mal, mas você prefere não confrontar porque seria perda de tempo, principalmente no trabalho. É uma boa linha de raciocínio, desde que não te afete emocionalmente. É preciso impor limites ás vezes, mesmo que seja educadamente. Se for possível cortar da sua vida para ter paz e saúde, não pense duas vezes. Da mesma forma que ninguém está disposto a ficar doente por você, você também não pode tolerar comportamentos abusivos para não causar atritos. Liberte-se!

Como tratar?

Os sintomas físicos devem sempre receber atenção de um médico e o tratamento deve ser seguido, mas tudo que for de fundo emocional não vai parar de se manifestar.
Pare de adiar seu descanso, faça algo por você! Procure ajuda, terapia convencional ou holística. Liberte-se de relacionamentos destrutivos que não te levarão a felicidade nunca. Atue a seu favor, não tente absorver problemas que não são seus. Não faça pelos outros mais do que faz por você. Coloque-se em primeiro lugar, nada deve ser feito no modo automático. Você deve sentir a vida e não apenas seguir o fluxo.

 

Pratique Mindfulness – Atenção Plena

Mindfulness propõe uma nova de interação com qualquer coisa que aconteça na nossa vida de maneira mais consciente, aberta e gentil. Possibilitando estar sobre controle das nossas reações e escolhas, uma maneira de viver e encarar a vida permitindo enfrentar desafios e demandas do dia a dia no trabalho, casa e até mesmo lidar com dor crônica stress e depressão.
A abordagem mindfulness é baseada na aceitação da nossa experiência e não na reação a experiência em si. Aceitando as condições naturais da vida criamos a habilidade de responder a essas condições de maneira mais criativa e funcional. Para fazermos isso precisamos aprender a estar conscientes (mindful) e atentos as nossas respostas e reações que é o que propões os treinamentos em mindfulness.

Sendo um treinamento que integra mente-corpo permite que as pessoas mudem a maneira que elas experiênciam seu dia a dia, mudando a maneira que elas pensam e sentem sobre as próprias experiências. A prática em si exige disciplina e perseverança, especialmente no mundo de hoje onde a impressão que se tem é que é difícil tempo para qualquer coisa. Com a velocidade do mundo atual estamos cada vez desconectados de si mesmos, cheios de tarefas, obrigações, responsabilidades e pressões todas essas características do mundo atual levam as pessoas a um constante sentimento de opressão característico do considerado mal do século. Fazendo com que percamos um tempo precioso na vida, fazendo com que fiquemos presos a pensamentos negativos ou de origem ansiosa afetando nosso bem estar nos deixam sobrecarregados, exaustos e muitas vezes ansioso ou depressivo.

O treinamento em Mindfulness propõe uma volta a si mesmo, aumentando a consciência e atenção aos nossos atos, mudando a maneira como agimos, vivemos e nos relacionamos.
Mindfulness tem seu objetivo em aumentar o estar consciente e atento as experiências vividas, o aqui e agora. Este propósito é reconhecer e aceitar a realidade como ela for, sem a avaliação emocional, distorções mentais ou reagindo de maneira automática. Nossa atenção destreinada tem a tendência de buscar mais experiências positivas e evitar o que é experienciado como negativo (aversão).

Como sensações negativas estão, também, presentes na vida sendo parte inerente dela, essa busca automática e inconsciente pela sensação de prazer e felicidade, pode criar um estado persistente de infelicidade ou estresse  na relação em como as coisas são.
Geralmente nossos pensamentos viajam de maneira livre entre o passado e o futuro, muitas vezes ficando presas a sentimentos de preocupação futura, remoendo situações passadas, sentimentos de culpa entre outros.
O objetivo dos programas de Mindfulness é libertar as pessoas do condicionamento automático dos padrões mentais (cognitivos).

​O propósito da meditação Mindfulness é nos libertar do padrão de respostas automáticas que fazemos sem estarmos atentos. Fazendo com que fiquemos mais atentos e conscientes dos hábitos que determinam nossa maneira de se comportar e de se relacionar com o mundo. Exercícios de meditação permitem que possamos fazer uma relação entre nossos pensamentos, emoções e opiniões de maneira mais flexível e racional. O treino intencional da atenção permite que possamos usar determinadas técnicas para nos mantermos centrados e focados, levando a consciência de que pensamentos, emoções e respostas corporais muitas vezes são ativados de modo inconsciente através da maneira natural da nossa mente operar através de pensamentos incessantes muitas vezes remoendo coisas do passado ou projeções futuras.

Mindfulness significa mudar os padrões de comportamento e respostas que estamos acostumados e começar a viver uma vida mais centrada no presente e na real sensação que nos acomete, de modo aberto, gentil e com aceitação, uma série de exercícios o ajudam nisso.
Mindfulness ensina a como dar atenção ao que é positivo e belo na vida mesmo em situações estressantes que comumente faz parte do nosso dia a dia. E ver as mesmas coisas com um olhar diferente, uma atitude que leva a apreciação das simples coisas da vida. Mindfulness não nos ensina a evitar as situações e sim estar onde quer que estejamos nesse exato momento independente de experienciarmos sensações de prazer ou desprazer.

Quer fazer parte desse treinamento? Entre em contato comigo pelo whatsapp: 32988385355

Via O Segredo

Sobre o autor | Website

Lívia Croce é Coach de Líderes e Empreendedores

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!