Blog Mulher & Negócio liviacroce

Gratidão gera felicidade?

Gratidão gera felicidade?

Saiba como o exercício da gratidão gera felicidade em sua vida!

 

GRAT3

Afinal, por que será que tanto se fala em gratidão, quando o assunto é felicidade?
Gratidão tem alguma coisa a ver com felicidade?
A neurociência nos ajuda a entender isso: quando temos pensamentos de gratidão, ativamos o “sistema de recompensa” do nosso cérebro.
Esse sistema é a base neurológica da nossa satisfação e autoestima, e é responsável pela sensação de bem-estar e prazer do nosso corpo. Quando exercitamos a gratidão, estimulamos a ação desse sistema.

Hoje a Neurociência e a Psicologia a serviço da felicidade do ser humano vêm demonstrando através de pesquisas que não existe felicidade sem gratidão.

Então vamos saber como isso acontece?

GRAT5
Quando o cérebro entende que algo bom aconteceu, que algo deu certo, que fomos bem sucedidos ou que estamos nos sentindo gratos por algo, ele libera uma substância chamada dopamina, um neurotransmissor responsável – entre outras coisas – pela sensação de prazer e de recompensa.
A dopamina tem uma ação muito interessante, além de promover a sensação de conquista, a dopamina nos motiva a agir novamente em direção a outros objetivos, desejos e necessidades. Quanto mais esse ciclo de busca e realização se repete, mais nosso organismo busca por novas ondas de prazer, de recompensa.
Alerta: Procrastinação, dúvida e falta de entusiasmo estão ligadas a baixos níveis de dopamina.

Galera, bora caminhar pra ter mais dopamina, rir mais com os amigos!!!

Ocitocina – você já ouviu falar nisso?

Além da dopamina, o cérebro libera um hormônio chamado ocitocina, conhecido como o hormônio do amor – que estimula o afeto traz tranquilidade, reduz a ansiedade, medo e fobias. Além da sensação de bem-estar, exercitar a gratidão ajuda também a dissolver nossos medos, angústias, raiva, ou seja, fica muito mais fácil controlarmos estados emocionais negativos.

Vamos enfatizar essa dica: quanto mais utilizamos esse sistema, mais o reforçamos. E é exatamente por isso que pessoas que exercitam a gratidão apresentam níveis mais elevados de emoções positivas, de satisfação com a vida, de vitalidade e otimismo.

Como posso exercitar minha gratidão?

GRATIDAO
Para tornar a gratidão um hábito e colher seus benefícios você vai precisar de três coisas: decisão, ação e consistência.
1. Decida se quer mudar seus padrões mentais e transformar sua vida, obter novos resultados;
2. Aja sempre, apesar de tudo e de qualquer coisa, pratique diariamente – você só precisa de pequenas ações;
3. Seja consistente, insista, persista até que a gratidão se torne um hábito. Seu cérebro vai te ajudar nisso, mas ele precisa de tempo até automatizar suas ações (o que chamamos de hábito).

Eu por exemplo, levei uns cinco meses para condicionar meu cérebro a ter gratidão. Lembro de uma vez eu dizer a uma amiga que não conseguia, e como achava certas atitudes e sentimentos difíceis. Lembro que eu nem percebi isso, aí ela me chamou atenção, você percebeu que você disse 6 vezes que você não consegue? Aí disse: foi? Aí que fui realmente prestando atenção nos meus pensamentos. Todas as vezes que vinha um pensamento pessimista eu insistia em alguma outra coisa otimista.

GRAT1

Dica 1: boas lembranças ajudam bastante nesse processo. Veja:

1 o sorriso da minha filha, seu nascimento, carinho dela…

2 o amor da minha mãe

3 alegria de viver

4 poder ouvir, ver e falar

E por aí vai. Mas o primeiro pensamento tem que ser algo imensamente importante e que realmente te traga sentimento de felicidade. Qual é a situação que você se lembra de que te traga imensa alegria, se puder ter mais de uma é melhor, porque os pensamentos negativos e pessimistas costumam ser bem insistentes. Quando vier a lembrança do fato, tente lembrar-se do cheiro, das cores, de todas as sensações, sons, quais os melhores sentimentos você tem dessas lembranças? Quanto mais tempo você exercitar essa lembrança, mais fácil será você conseguir ser mais feliz consigo mesma, poder ter uma perspectiva positiva da vida. Não estou dizendo que não tenhamos que precaver de certos problemas financeiros, ou de imprevistos de tempo, de resultados não alcançados naquele dia… Enfim, problemas, são as certezas da vida, assim como a morte, mas como poderemos lidar melhor com eles?

Dica 2: veja o filme procurando Nemo, você vai perceber que é Marlin, pai de nemo, é extremamente medroso, e digamos até pessimista perante a vida, você pode notar isso quando ele pergunta à Coral se os filhos irão gostar dele quando nascer. Ao encontrar Dori ele percebeu que ela era uma otimista nata, isso foi muito difícil pra ele, mas ele precisava dela para ajuda-lo a encontrar Nemo. E uma das músicas dela era: continue a nadar, continue a nadar. Ou seja, não importa como esteja ou o que de ruim tenha acontecido, não pare, continue a nadar. No fim, Marlin, pelo amor, olha aí o amor!!! Conseguiu ter uma busca pessoal inesgotável atrás de seu filho, e assim perdeu todas suas amarras, preceitos e medo de muitas coisas, e aprendeu até a aceitar opinião positiva sobre situações. Eu gosto muito de dar exemplos de filmes da Disney porque são dinâmicos e numa linguagem bem simples, acessível a todos os tipos de pessoas, crianças, adultos, com pouca ou muita instrução, seja como for, você sempre conseguirá tirar coisas boas deles.

Dica 3: Ao dormir avalie: o que teve de bom no seu dia? Podem ter sido grandiosos ou pequenos, significativos ou não.

Você já percebeu como nosso cérebro sempre busca lembranças ruins?

GRAT4

É impressionante! Nosso cérebro é condicionado a pensar no negativo desde a infância, por nós termos que ouvir muitos não de nossos pais, mas infelizmente não tem como nós não dizermos não, precisamos educar para eles se tornarem adultos responsáveis e bons. O importante é nós adultos de hoje, entendermos que podemos ser diferentes e termos um novo condicionamento de pensamentos e atitudes.

Dica 4: Avalie se praticou uma boa ação. Qual foi o sentimento que você teve quando ocorreu isso? E se recebeu uma boa ação. Qual foi o sentimento que você teve quando ocorreu isso?

Dica 5: Você conseguiu aprender algo novo hoje? Você pode experimentar em ler livros, ver filmes, buscar palavras novas nos dicionários, visitar idosos nos asilos, visitar pessoas doentes. Quando a gente procura doar um pouco de nós, acabamos ganhando mais ainda: amor, gratidão e aprendizado do bem.

Pensar em algo de bom que nos fizeram é, portanto, uma maneira tão eficaz de nos deixar felizes como fazer algo de bom a nós mesmos. A gratidão, portanto, leva à felicidade.

GRATIDAO

Esta não é uma descoberta exclusiva da neurociência. O monge beneditino David Steindl-Rast vem há anos divulgando uma mensagem de gratidão. Em uma palestra de pouco mais de quatorze minutos divulgada no site TED.com, o monge nos lembra que todos nós, de qualquer cultura, etnia, credo ou profissão, temos algo profundo em comum: o desejo de ser feliz. E ousa dar uma receita: o caminho mais fácil e imediato para a felicidade é: a gratidão.

David nos lembra o que é dar graças: é parar por um instante para olhar ao redor e reconhecer as oportunidades que temos, e lembrar que, mesmo se algo dá errado, a vida nos dá a seguir a oportunidade de tentar de novo. Na pior das hipóteses, podemos ser gratos só por essa oportunidade de seguir adiante.

Às vezes nos primeiros momentos você não entenderá porque está passando por certas situações, mas de repente, dentro de uma semana você já tomou tantas decisões e atitudes, que você vai entender e agradecer por certos fatos ter ocorrido com você, porque talvez sem isso, você não teria saído da zona de conforto e ficaria nas mesmas condições em que estava, sem evoluir, sem despertar para novas possibilidades!

Dica 5: Eu vi uma palestra sobre gratidão de Divaldo Franco, e ele perguntou, quem dobrou seu paraquedas hoje?

GRAT2

Na guerra dos vietcongues, um jovem aeronauta estava sobrevoando os vietcongues, área comunista, quando de repente o míssil alcançou seu avião e ele teve que ejetar-se, abriu seu paraquedas e caiu em solo são e salvo! Só que ele caiu em território comunista, e acabou ficando preso por seis anos em um cárcere miserável onde faziam lavagem cerebral nele. Quando os EUA restauraram a paz, e os jovens prisioneiros foram trocados de ambos os lados e Charles Brum voltou à América, sendo recebido como herói de guerra. Assim, ele começou a contar como foi sua vida na prisão e se tornou orador, começou a ser convidado para clube de senhoras, Rotary, Lions, e se tornou um grande palestrante. Após uma dessas conferências, ele deparou-se com um homem o olhava de maneira estranha, ele ficou desconcertado, mas o estranho continuava olhando para ele. Aí o homem se aproximou e perguntou: você não é o tenente Charles Brum? Sim, sou! Do Vietnã? Sim. Cujo avião foi alcançado por um míssil? Sim, sim. O senhor ejetou a poltrona né? Sim. A que curioso! O paraquedas abriu, não é? A sim, claro, abriu, salvou minha vida. O senhor sabe, era eu quem dobrava seu paraquedas, eu era soldado da companhia, era um anônimo, não valia nada. Eu dobrei milhares de paraquedas. E claro, eu salvei milhares de vidas, então Charles, espantado, ficou diante do homem que salvou a sua vida de verdade. Se o paraquedas não tivesse sido aberto ele teria morrido no choque contra o solo. Ele olhou para ele e disse: meu Deus, eu devo minha vida a você! Deu-lhe um abraço imenso de gratidão, e a partir daquele dia, toda vez que ele começa uma conferencia, ele faz essa pergunta ao auditório: quem dobrou o seu paraquedas hoje? Todos nós temos alguém que toda manhã dobrou nosso paraquedas. Aquela que fez o café, a galinha que nos ofereceu o ovo para a omelete, a árvore que nos deu o fruto para o suco, a pessoa modesta que fez a limpeza da casa. Quantas pessoas dobraram o nosso paraquedas para que aqui estejamos? E nós sequer temos ideia. E quantos paraquedas nós temos dobrado para muita gente?

E termino hoje com essa bela reflexão!!!

Até a próxima terça, à partir de 9 horas!

Sobre o autor | Website

Lívia Croce é Coach de Líderes e Empreendedores

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Livanea disse:

    Amei !!!
    Gratidão 🙏🏻