Blog Mulher & Negócio liviacroce

Qual a diferença entre amor inteligente e paixão? parte 3

Qual a diferença entre amor inteligente e paixão? parte 3

Vamos continuar a falar sobre como funciona o amor inteligente e a paixão. O amor que é inteligente renova as forças dos casais desanimados, traz nova energia, preserva e agrada o outro. Já quem vive a chama da paixão só quer saber da própria felicidade, é escrava do ego, procurando apenas sua própria satisfação. E o pior que às vezes nem a pessoa se dá conta disso, porque diz que quer a felicidade do outro, mas não consegue sentir isso.

Qual opção você escolhe?

  1. Eu quero um amor altruísta, que financie a felicidade!
  2. Eu quero um amor individualista, cheio de tristeza e asfixiante.

Não entendo porque a maioria das pessoas escolhe a B e não percebem isso, porque vivem a atração fatal e como isso não dura pra sempre, acabam indo pra um poço de tristeza, de reclamações, decepções.

Vacine-se contra os extremos, seja mais condescendente, tolerante e sem pressa de viver tudo de uma vez só, tente viver a calma e faça isso em seu relacionamento, pois sempre podemos recomeçar. Pra Augusto Cury a paixão se estressa com as crises e dificuldades; o amor inteligente encontra prazer nos desafios.

Em um dos trechos do livro dele “Mulheres Brilhantes” ele diz:

“A paixão é rude, tosca, débil, especialista em apontar o dedo, perita em dizer “Você errou”. O amor inteligente, pelo contrário, é delicado, complacente e sábio, especialista em admitir e mapear as próprias falhas, expert em perguntar: “Onde eu errei e não soube”? A paixão não declara sua emoção; o amor inteligente não tem medo de declarar seus sentimentos: “Eu te amo! Eu preciso de você.”

 

Paixão Amor Inteligente
Tem as primaveras e os invernos muito próximos, às vezes no mesmo dia Expande as primaveras e diminui os invernos.
Se preocupa com os próprios interesses Anseia também investir nos sonhos do se amado
Constrói um tráfego de mão única

Constrói uma avenida de mão dupla

Quer sempre ter razão Quer o coração
Quer ganhar a discussão Quer ganhar admiração

 

Então fique alerta aos seus objetivos em uma relação, porque se está preocupada em ganhar o debate, sem abrir mão das verdades você está construindo uma relação doentia. Nem sempre todas as ideias de seu parceiro estão coerentes, mas isso não quer dizer que não possa concordar com ele…

 

Veja essas considerações de Cury:

USE FRACASSOS E CRISES A SEU FAVOR

1 – Ninguém é digno do pódio se não usar os fracassos para alcançá-lo.
2 – Ninguém é digno da maturidade se não usar as próprias incoerências para produzi-las.
3 – Ninguém é digno da saúde psíquica se não usar as crises, angústias, fobias e ansiedades para destilá-la.
4 – Nenhum ser humano (ou empresa ou instituição) será digno de sucesso se desprezar as próprias derrotas, os vexames, percalços, acidentes de percurso.
5 – Dar as costas às adversidades é a pior maneira de superá-las.
6 – Uma pessoa determinada, que não desiste dos sonhos e não abre mão de ser feliz, tem muito mais chance de usar seu caos como oportunidade criativa. Alguns aspectos da teimosia não são saudáveis, mas não há dúvida de que uma pessoa resiliente demonstra boas doses de teimosia.

 

Conseguindo entender o que se passou, trabalhando mentalmente as perdas e os fracassos consegue atingir uma maior maturidade que auxiliar a pessoa a cultivar o auto amor e consequentemente o amor inteligente. Dessa forma, nutre uma relação amorosa com menos cobrança, controle, ciúmes e menos ansiedade. Não condena tanto o outro porque aprendeu com os próprios erros e sabe que continuará errando também, por isso é importante oferecer apoio e promover o bem estar de quem se ama.

Lembre-se que seus pais chamaram sua atenção por alguns erros que sempre cometeu e você nunca conseguiu mudar, será que você acha que conseguirá mudar o outro? Nós é que somos escritores e reescritores de nossa própria história, cabe a cada um de nós escrevermos um novo livro de nossas vidas sempre que acharmos necessário.

Deixar o parceiro ter autonomia, assim como os filhos, amigos é a melhor forma de cultivar um amor. Nem sempre você irá concordar com todos os comportamentos, mas aja com compaixão, afinal, é assim que gostaria de ser tratada.

Às vezes o outro vai falar e você já vai dizendo o que o outro quer dizer e nem deixa a pessoa falar. Isso é horrível, né?! Não há sentimento que sobreviva a tanta ansiedade em achar o que o outro vai fazer, falar e tal. Cultive a serenidade em seu coração, procure relaxar, fazer caminhadas, ter amigos pra conversar e rir, a vida é muito boa tendo alguém, mas é melhor ainda quando ela é recheada de coisas pra fazer e pessoas pra sorrir com você.

Procure aceitar o limite dos outros, usando a arte da compreensão para alicerçar suas relações entre amigos e família e no romance.

Também viver o mundo do outro não traz felicidade. A paixão faz a gente perder a própria identidade, e acha que só se sente feliz ao lado do amado, mas quando chega perto, qualquer coisa que foi dita de forma errada ou não esperada já destrói o romantismo e perde a vontade de estar junto.

Então como ser mais inteligente emocionalmente?

Resumidamente, Daniel Goleman nos dá umas dicas bem valiosas de como ser mais feliz praticando a inteligência emocional:

  1. Ter um maior autoconhecimento e, com isso, apresentar uma maior capacidade de conhecer os próprios limites emocionais e, também, sociais.
  2. Gerir as próprias emoções e saber quais as que estão em falta e aquelas que tentam ocupar um lugar de destaque, mas quais não devem.
  3. São mais sociáveis e não deixam que as suas emoções e as emoções de terceiros interfiram com a vida social. Sabem ainda gerir as suas emoções para lidar em concordância com as emoções de quem lhes é próximo.
  4. Ter maiores níveis de empatia, o que faz com que consigam ligar-se mais facilmente a outras pessoas. E o fato de serem emocionalmente inteligentes faz com que consigam confiar mais na sua intuição quando conhecem uma nova pessoa.
  5. E como criam mais empatia, são também mais ligadas às pessoas, não tendo dificuldade em criar laços e relações. As pessoas emocionalmente inteligentes têm a capacidade de criar laços usando a sua consciência emocional para promover a atividade cognitiva que resultará na compreensão da dinâmica dos outros.

Fonte: Notícias ao Minuto

 

Na Mater Dei Lar você encontra artigos religiosos, de decoração, artesanato e para o lar. E agora o espaço ficou muito melhor, vai lá conferir na rua 15, 209, pertinho de você!

E você mulher que quer ficar com tudo em cima, que tal usar Max Titanium, colágeno em pó que elimina celulite e flacidez. Você só encontra na Neofarma – 3271-2349

E a Bocaina está in love, você já reservou o local pro dia dos namorados? Não perca tempo, diária por apenas 80,00 reais reserve 99813-2661 ou 98475-6802 Bocaina na estrada de Mar de Espanha

Até a próxima terça a partir de 9 horas! Você encontra isso na minha fan page liviacrocecoach e no site liviacroce.com.br

 

Sobre o autor | Website

Lívia Croce é Coach de Líderes e Empreendedores

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!