Blog Dicas de Filmes liviacroce

Quando Nietzsche Chorou

O filme é uma adaptação do livro Quando Nietzsche Chorou, cujo autor é Irvin D. Yalon. A história do filme se passa em Viena durante o século XIX, onde ocorre o encontro ficcional entre Breuer e Nietzsche. O filme fala sobre a cura através da fala, deixando evidente o viés psicanalítico. A princípio Lou Salomé se aproximou de Nietzsche, pelo fato de ter se apaixonado por ele intelectualmente. Friedrich Nietzche é um filósofo brilhante e está em crise, pois seu pedido de casamento à sedutora escritora russa Lou Salomé foi negado, além também de ter rompido ligações com o seu melhor amigo. Dessa forma, ele para de ter contato com Lou Salomé e passa a sofrer de fortes dores de cabeça e outros problemas de saúde. Por sua vez, Salomé procura Breuer com o intuito dele ajudar Nietzsche a tratar seu desespero e parar de lhe enviar cartas cheias de angústias e tristezas, onde ele deixa claro sua forte propensão ao suicídio. Breuer é um médico renomado e que está com crise em seu casamento. Quando Breuer conversa com Lou Salomé, ele fica seduzido pelo seu gênio forte e manipulador, o que o faz a buscar auxílio do seu amigo Freud para lidar com o seu desejo obsessivo por Lou Salomé. Nietzche deixa ser examinado por Breuer e fica evidente que suas dores físicas são psicossomáticas. O livro Zaratrusta de Nietzsche define sua vida e sua solidão diante da incompreensão das pessoas a respeito de suas ideias. Seguindo as instruções de Freud, Breuer propõe ao filósofo uma troca, onde trataria as suas dores de cabeça e Nietzsche o ajudaria a se curar do seu desespero por meio da filosofia. Nietzsche começa a questionar Breuer, levando o médico a trazer à consciência os seus medos e desejos. Nietzsche pede a Breuer que se deite e explica que esta posição ativaria mais suas recordações. Ele pede para Breuer falar tudo o que lhe vem a cabeça, o que pode ser interpretado como a associação livre de ideias. Em um determinado momento, Breuer é hipnotizado por Freud e vive a possibilidade de deixar sua família. Ao voltar da hipnose ele está curado da paixão por ela e da difícil relação com a esposa. Nietzsche também comenta sobre o seu relacionamento por Lou Salomé e da sua solidão. O filósofo se despede de Breuer depois de ter percebido que os dois obtiveram uma “cura” por meio da fala. Ao meu ver este é um filme em que o telespectador é levado a se projetar no pensamento filosófico moderno e a se questionar sobre sua realidade. É impossível assistir e não se apaixonar. Assistam este filme, eu recomendo. É um filme interessante para todos aqueles que buscam entender um pouco mais sobre a psicologia, filosofia e etc. Então, bom filme a todos e até próxima!

Sobre o autor | Website

Lívia Croce é Coach de Líderes e Empreendedores

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!